23 de fevereiro de 2012

Tavola Redonda

Minha amiga chique Mari foi para Londres em suas ferias no verao. Ela foi conhecer a Tavola Redonda (Rei Arthur, lembra?), pedi para ela que escrevesse um texto para o blog e mandasse umas fotinhos para o blog! Obrigada Mari!


Távola Redonda – sim, ela existe!

Visitando uma amiga em Southampton, legendária cidade portuária do sul da Inglaterra, ela me sugeriu que passasse um dia em Winchester, a 15 minutos de trem dali. O pouco que eu sabia de Winchester é que havia sido a capital inglesa muito antes de Londres, e que o seu nome foi o apelido dos antigos discos rígidos (HDs. Quem tem computador há mais de 10 anos já teve algum problema no “vinchester”, hehehe!).

Enfim, cheguei em Winchester, a pouco mais de 100 km de Londres, que de cara me pareceu uma cidadezinha muito tranquila e simpática. Quando se caminha pelo Centro se tem a impressão de que logo aparecerá um bando de cavaleiros ou uma carruagem com a rainha. Tudo é muito bem preservado. Consegui um mapa do local (quase desnecessário), e decidi iniciar o passeio histórico pelas ruínas do antigo castelo e pelo Great Hall, parte do edifício que o substituiu em 1235.

Entrando no grande salão, praticamente vazio, logo vi, imponente, pendurada em uma das paredes, a imensa Távola Redonda. Na hora confesso que não sabia o que era, só achei ela linda e muito diferente. Resolvi me aproximar e ler na placa a explicação, e aí veio o meu choque. Li várias vezes até ter a certeza de que era aquilo mesmo que eu estava vendo, a famosa Távola Redonda, ou Round Table. Como o Rei Arthur é uma lenda, imaginei que sua mesa também fosse.

A Round Table tem 5,5 metros de diâmetro, pesa 1,2 tonelada e foi construída com carvalho inglês no reino de Eduardo I, provavelmente entre 1250 e 1280. A pintura atual data de 1522. Nesse ano, Henrique VIII ordenou que fosse feita uma nova pintura na qual ele próprio aparece no lugar no Rei Arthur, sentado acima da rosa da dinastia Tudor. A mesa também traz diversos nomes dos cavaleiros da Távola Redonda, como Lancelot, Galahad e Perceval. Nota-se que ela foi montada a partir da união de várias tábuas até formar um círculo perfeito.

Dizem que outras réplicas como essa foram construídas durante muitos séculos, mas essa sem dúvida é a mais famosa e a única preservada da qual se tem notícia. Mesmo sabendo do mito do Rei Arthur, foi realmente emocionante estar diante de uma peça histórica (e por que não, artística?) dessa magnitude. Recomendo a visita e o passeio de um dia por esse local tão pacato e tão cheio de história.

Obs.:(A foto do detalhe da Távola é do Christophe Finot. As outras todas são minhas)








  1. Tenho no meu blog também uma foto dela! Na minha viagem ao Reino Unido, fui em todos locais que guardam relíquias ou ruínas ligadas à lenda do Rei Arthur (adoro!). Winchester foi a primeira capital do reino da Inglaterra, por isso a lenda de que o primeiro rei inglês (Arthur) tivesse governado lá.

    ResponderExcluir

Start typing and press Enter to search