23 de mai de 2010

KIIJI - A pérola da Carélia

Kiiji (russo: Кижи) é uma ilha no extremo norte do lago Onega na República da Carélia. Com 7 km de comprimento e 500 m de largura é cercada por outras ilhas e ilhotas (cerca de 5 000), alguns não medem mais de 2 metros de diâmetro e outros têm até 35 km de comprimento. Logo após a conquista da Finlândia, a Igreja Ortodoxa foi construída (em 1714)

O adro (Pogost) é constituído por duas igrejas, uma torre octogonal, rodeado por uma cerca, todas construídas de madeira. A jóia da arquitetura original é a Igreja da Transfiguração, o trabalho de carpintaria revestindo 22 cúpulas de prata formando uma pirâmide. A Igreja da intercessão da Virgem, coroada com 9 cúpulas foi construído apenas em 1764.

Estes dois edifícios inteiramente de madeira, ilustram a técnica dos carpinteiros da época, eles não usavam pregos ou parafusos ou peças de metal. Um verdadeiro museu ao ar livre da arquitetura de madeira careliana. Saint-Lazare século XIV (o mais antigo da Rússia, do mosteiro Mouromski).
Um moinho de vento (também o mais antigo na Rússia) e também casas de madeira nas proximidades. A singularidade deste monumental lhe valeu a ser Património Mundial pela UNESCO em 1990.


A Igreja de Kiiji na margem do Lago Onega





























O cemitério e as estranhas cruzes


O interior da igreja, a "igreja de inverno"






No interior, mesclam-se os icones religiosos da Rússia, aos bordados carelianos finlandeses.












Visita a casa grande e aos costumes carelianos






Em todos os cantos, lembranças de um passado já extinto.


Lavabo com a água trocada diariamente




Quarto finlandes e colcha tipica coreliana


Bordados carelianos feitos nas noites longas de inverno


Fornos para aquecer a casa e cozinhar


Ferramentas de trabalho são guardadas no sótão




Legumes são mantidos em salmouras para a conservação






O moinho mais antigo de toda a Rússia


Capelinha de São Lázaro, a mais antiga da Carélia, data do século 14












Cercas inclinadas e contruidas sem pregos











A altura das portas não ultrapassavam 1.5m, para não deixar escapar calor no inverno.







Modelo dos encaixes da construção Careliana


Modelo dos encaixes para o telhado.


Modelo do revestimento dos bulbos



























0 comentários:

Deixe seu comentário: